|||| Carta aberta entregue no Ministério da Educação

Carta aberta entregue no Ministério da Educação
2018-07-02
Carta aberta entregue no Ministério da Educação
 
As organizações sindicais de professores subscritoras desta Carta Aberta dirigida ao Senhor Ministro da Educação reafirmam a sua disponibilidade para retomarem, quanto antes, a negociação identificando diversos aspetos, desde logo, o prazo e o modo de recuperação dos 9 anos, 4 meses e 2 dias que estiveram congelados, mas, igualmente, aposentação, horários de trabalho ou combate à precariedade.
 
Consulte a Carta Aberta entregue no Ministério da Educação (2 julho 2018)
 
FNE entrega carta aberta no ME
 
A FNE esteve esta manhã no Ministério da Educação onde junto com outras organizações sindicais entregou uma carta que possibilita ao Ministério a concretização do que tem vindo a anunciar em diversos meios: a marcação de uma reunião que demonstre a sua disponibilidade para a negociação.
 

Esta é mais uma prova de como a FNE e restantes sindicatos estão disponíveis para negociar, sendo que aquilo que separa sindicatos e tutela é o facto de apenas o Ministério ter a possibilidade de convocar reuniões.

Mas esta possível reunião tem de servir para discutir o faseamento da recuperação do tempo de serviço que esteve congelado, sem possibilidade de os professores prescindirem de um dia que seja desse tempo pois cada dia desse tempo congelado foi um dia onde os professores trabalharam com os seus alunos. Este tempo tem de ser todo considerado. A lei do Orçamento de Estado é clara quando diz que tem de ser recuperado todo o tempo de serviço congelado, assim como ficou também estabelecido na Declaração de compromisso de 18 de novembro.

A FNE deixa o apelo à sociedade que compreenda o gesto de hoje ao colocar a responsabilidade no Ministério de marcar urgentemente uma reunião que possa desbloquear a negociação da recuperação total do tempo de serviço que esteve congelado.

 


Voltar

|||| Destaques

Mai 2018

Ler Mais
FNE Online

Edição do jornal online FNE está disponível para consulta

Ler Mais
Comunicados SPZC
Ler Mais
Negociação Formação Saúde Informação Social Cultural Jurídico