|||| Educação

Dia Internacional da Educação: Ensinar, Aprender, Construir o Futuro

Dia Internacional da Educação: Ensinar, Aprender, Construir o Futuro

Dia Internacional da Educação: Ensinar, Aprender, Construir o Futuro

22-1-2020

O Dia Internacional da Educação foi declarado pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 2018 e é comemorado pela segunda vez em 24 de janeiro de 2020. A criação deste dia é um grande sucesso para o movimento sindical em todo o mundo. Isso demonstra que há um reconhecimento global crescente da importância da educação para alcançar um mundo melhor, graças aos nossos esforços coletivos e incansável defesa ao longo dos anos.

Este ano, o tema do dia é "Aprendendo para as pessoas, planeta, prosperidade e paz". Comemorado sob o lema: "Ensinar, Aprender, Construir o Futuro", o objetivo é destacar o papel da educação para um futuro próspero, pacífico e sustentável. Na verdade, a educação de qualidade, incluindo a educação para o desenvolvimento sustentável e para as mudanças climáticas, é central para a consecução plena dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 2030, das Nações Unidas.

No entanto, a monitorização do ODS 4 (Educação de Qualidade) pela Internacional da Educação (IE) mostra que os governos estão atualmente "fora do caminho" para alcançar uma educação de qualidade para todos até 2030. Os Professores e educadores revelaram cinco desafios principais. Embora haja escassez de professores, muitos professores sofrem com um estatuto pouco reconhecido e valorizado e com condições de emprego e trabalho precárias, o que torna o ensino uma profissão muito pouco atraente. Os direitos humanos e sindicais são constantemente violados e os educadores estão afastados da participação no desenvolvimento das políticas educativas. Os sistemas públicos estão geralmente subfinanciados e a privatização da educação expande-se e intensifica-se. Os sistemas de educação reforçam desigualdades, excluem e discriminam as minorias e os vulneráveis. Além disso, a educação para o desenvolvimento sustentável, incluindo a educação para as mudanças climáticas, permanece marginalizada. Estas assimetrias têm que ser resolvidas com urgência.

Para a FNE, recolocar a Educação nos eixos significa valorizar o estatuto dos professores e educadores e garantir um trabalho digno com boas condições; garantir os direitos sindicais dos educadores e professores e fortalecer o diálogo social e político com os sindicatos da educação; fortalecer os sistemas públicos e interromper a privatização da educação; tornar os sistemas educativos não discriminatórios e inclusivos para os mais vulneráveis; e garantir um currículo abrangente e holístico, tornando a educação para um desenvolvimento sustentável, incluindo a mudança climática, verdadeiramente universal.

Tal como o Dia Mundial dos Professores, 24 de janeiro é uma ocasião ideal para fazermos ouvir as nossas vozes. O dia é uma oportunidade para reafirmar a educação como um direito humano fundamental e um bem público. É uma oportunidade para reafirmar que os professores qualificados são o grande pilar de uma educação de qualidade. É também uma oportunidade de exortar o governo português a investir mais em Educação, investir mais nos professores e garantir que a nenhuma criança seja negado o seu direito a uma educação pública de qualidade gratuita.

A ONU comemora o Dia Internacional da Educação num evento de alto nível em Nova York, enquanto inúmeras organizações e indivíduos de todo o mundo celebram a ocasião de várias maneiras. Na linha da IE, a FNE convida todos os portugueses a aproveitarem o Dia Internacional da Educação para chamarem a atenção para a importância vital da educação para um futuro sustentável e inclusivo, exigindo dos nossos governantes a implementação urgente e total do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 4.


Voltar

|||| Destaques

Jan 2019

Mais benefícios na saúde

Ler Mais
Ler Mais
FNE Online

Edição do jornal online FNE está disponível para consulta

Ler Mais
Negociação Formação Saúde Informação Social Cultural Jurídico