Questões?
Coloque-nos a sua questão

FNE foi ouvida na Comissão de Educação e Ciência sobre Mobilidade por Doença

FNE foi ouvida na Comissão de Educação e Ciência sobre a Mobilidade por Doença

20-7-2022

Manuel Teodósio, presidente em exercício do SPZC, liderou a delegação da FNE na audição da Comissão de Educação e Ciência, sobre  a alteração do regime de mobilidade de docentes por motivo de doença (MPD).

A audição teve lugar ontem, dia 19, tendo Manuel Teodósio feito duas intervenções, de enquadramento e explicitação das razões que levam a FNE a considerar que o caminho seguido pelo Ministério da Educação limita e desvirtua por completo o que deveria ser a MPD.

Para a FNE "as situações de MPD não podem ser resolvidas numa folha de excel. E, sendo a saúde um pilar fundamental, é fulcral que haja uma resposta efetiva para cada situação".

Foram evocados os documentos já entregues pela FNE ao Ministro da Educação assim como a queixa apresentada à Provedora de Justiça, lembrando todos os contributos da FNE para uma efetiva resolução do problema.

Para a FNE, a grande nódoa da atual configuração da MPD é a criação de vagas com critérios incompreensíveis.

"Numa altura em que se fala tanto da necessidade para a atractividade docente, é necessário começar por tratar bem os que já cá estão".

Em antecipação, a FNE prevê um ano muito difícil, sem que o Ministério da Educação veja mitigado o problema da falta de professores, acentuando-se ainda os problemas relacionados com os muitos docente que precisam efetivamente de mobilidade e não a vão conseguir devido aos mecanismos agora implementados.

 

Pode assistir aqui às intervenções de Manuel Teodósio, em representação da FNE:

Voltar
Negociação Formação Saúde Informação Social | Protocolos Cultural Jurídico