|||| Orçamento de Estado 2019 compromete educação

Orçamento de Estado 2019 compromete educação de qualidade e equidade

30-11-2018

O Orçamento de Estado aprovado ontem pela Assembleia da República não serve a Educação. Não promove uma Educação de qualidade, não responde aos desafios e exigências que são colocados à escola e não valoriza os educadores e os professores portugueses.

Os discursos de compromisso com a educação e com quem nela trabalha não passa de demagogia e retórica que já ninguém acredita.

O orçamento da Educação para 2019 não cresce face ao executado em 2018. Isto significa que as escolas continuarão a não ter as verbas necessárias para resolver um conjunto de problemas, nomeadamente, com a promoção do sucesso escolar com o garante da sua equidade. O apoio e acompanhamento dos alunos com mais dificuldades continuará a ficar comprometido no próximo ano, colocando seriamente em risco a implementação de medidas recentes como o da inclusão.

Em causa estará, também, a falta de medidas para resolver o envelhecimento da classe docente, permitindo a saída antecipada dos mais velhos sem penalizações e promover desta forma a entrada de novos quadros para o ensino.

Também ficará comprometido para 2019, a melhoria das condições de trabalho dos docentes, nomeadamente, quanto ao excesso de horas de trabalho nas escolas que vão muito para além do estabelecido.

Por último, o SPZC repudia de forma veemente as declarações do Primeiro Ministro António Costa, numa reação à aprovação da medida sobre a contagem integral do tempo de serviço dos professores, deixando entender que não há mais nada a negociar com os professores sobre aquela matéria. Esta reação do Primeiro Ministro revela um total desrespeito pelo papel Constitucional dos sindicatos e menosprezo pela negociação coletiva. O SPZC adianta que tais condutas em nada contribuem para o aprofundamento da democracia, dando motivos suficientes para aumentar o tom dos protestos dos educadores e professores para exigir rapidamente do ministério da Educação a abertura de novo processo negocial..

Coimbra, 30 de novembro de 2018

A Direção do SPZC


Voltar

|||| Destaques

Jan 2019

Mais benefícios na saúde

Ler Mais
Ler Mais
FNE Online

Edição do jornal online FNE está disponível para consulta

Ler Mais
Negociação Formação Saúde Informação Social Cultural Jurídico